Como você pode ganhar dinheiro com programação?

Em quais áreas um programador pode atuar? Como uma pessoa pode usar os seus conhecimentos para ir além do modelo tradicional de trabalho? Será que conhecer diversas linguagens vai me fazer ganhar dinheiro com programação?

Questões como essas podem tirar o sono de muitos desenvolvedores. Se você é um desses, fique tranquilo! Nós separamos algumas das maiores dúvidas que surgem quando alguém decide se tornar programador e as respondemos neste post.

O nosso objetivo é ajudar todos que querem ganhar uma grana extra criando softwares  e se você quer saber como fazer isso, continua aqui com a gente. 

Por que eu devo começar a programar?

Nos últimos 30 anos, o mundo passou por uma grande revolução impulsionada pela tecnologia da informação. O meio digital e a programação foram os maiores agentes de mudanças e tornaram boa parte do que conhecemos em algo programável e codificável.
As empresas agora têm com endereço na internet, pessoas se conectam diariamente no mundo online, a inteligência artificial avança significativamente. E para fazer toda a roda funcionar é preciso de profissionais capazes de desenvolver softwares que atendam essas necessidades.

Com esse processo, a procura por programadores tornou-se essencial. E como a demanda é alta, os salários ficam acima da média e atraem mais e mais pessoas em busca de oportunidades para crescer pessoal e profissionalmente.   

E por que ficar fora disso? Além de trazer grandes rendimentos, você pode ser parte ativa na sociedade ao desenvolver soluções tecnológicas que tornem a vida das pessoas mais eficiente.

Percebeu como hoje é imprescindível que as pessoas saibam programar? Continue nos acompanhando e saiba onde atuar e como fazer para ganhar dinheiro.

Onde eu posso atuar?

Existem oportunidades para trabalhar em várias áreas e tipos de empresas. São instituições públicas ou privadas de diversas regiões do Brasil e até de outros países que oferecem empregos fixos ou trabalhos remotos.

No entanto, é importante conhecer a singularidade de cada área ou da localidade em que vai trabalhar, pois as realidades não são as mesmas e podem exigir conhecimentos de linguagens diferentes.

Segue abaixo uma breve lista com diversas possibilidades para um profissional de tecnologia. Não vamos enumerar todas elas, já que o nosso objetivo é mais falar sobre o que todos esses profissionais devem ter para conseguir ter sucesso, do que fazer uma listagem extensa sobre cada uma delas.   

  • Programador para web: muitas empresas precisam ter um site para manter seus negócios. O programador vai responder a essa necessidade e desenvolver os portais, páginas e outras aplicações necessárias. Os desenvolvedores podem ser contratados ou somente trabalhar por projeto. Isso depende muito do tamanho e necessidade da instituição.
  • Administrador de dados: é uma das áreas que mais crescem e buscam por profissionais. São os responsáveis por instalar, configurar, administrar e manter a segurança no banco de dados. Normalmente são procurados por grandes empresas ou startups.
  • Desenvolvedor mobile: o programador mobile é responsável por criar aplicativos para dispositivos móveis como Android, IOS, Windows Phone. Como o mercado só faz crescer, a perspectiva é que cada vez mais esses profissionais sejam requisitados.
  • Desenvolvedor de software: nessa área o profissional pode trabalhar para empresas que necessitam de programas que controlem suas atividades, ou atendam suas necessidades. O desenvolvedor também pode criar soluções para o dia a dia das pessoas. O mercado está aquecido e tem gerado vagas em diversas regiões do país.  

Qual linguagem eu devo aprender?

São várias as linguagens: SQL, JavaScript, C#, C++, Python, PHP, Ruby e Swift. Mas qual é preciso conhecer realmente?
Isso depende da sua área de especialização ou local de atuação. Algumas regiões do país têm preferência, por exemplo, por PHP outras por Python.  

Mas antes de decidir em qual se dedicar é preciso entender que os contratantes vão querer mais do que o expert em algum tipo de linguagem ou código. Eles querem solucionadores de problemas. Querem pessoas que entendam suas dificuldades e que descubram como resolvê-las. 

Então, a grande habilidade que as pessoas têm que desenvolver é a de resolver problemas de forma sistêmica, sistematizada e automatizada. Essa é a grande alavanca e por que todo mundo deve programar.    

Só programar vai me fazer ganhar dinheiro com programação?

Não! Se você ainda não assistiu a live “Aprender a programar e viver da grana gerada por seu software é possível?” – corra até o final desse post, dê play no vídeo e veja agora mesmo! Pois nela mostramos que é preciso ir além da programação para conseguir ganhar dinheiro.

Nas nossas conversas expomos que os profissionais estão tão preocupados em construir os melhores códigos, ou o mais bonito, que esquecem de visualizar se são funcionais e se correspondem às expectativas dos clientes.  

Foi como o  Augusto disse durante o bate papo: “É preciso reconhecer que temos essa coisa meio parnasiana do código pelo código. E, a partir daí, começar a estudar o que está acontecendo em volta. Sair do tecniquês e entender de fluxo de caixa, imposto e saber o que as pessoas estão fazendo, do que elas precisam. Estamos perdendo a oportunidade de conhecer o entorno e criar soluções para as pessoas”.

Então, fiquem espertos! 
Saber programar é importante, mas deve ser encarado como um meio e não como o fim.

Agora, se você quer saber na prática como ganhar dinheiro com programação, assista a gravação da nossa hacktalk e entenda como é que uma porrada de gente fera está fazendo isso:

 

Se você gostou do artigo, gostou da hacktalk e quer dar o próximo passo, clique aqui e conheça o Clube de Programadores Python – Um programa com a missão de desenvolver suas habilidades técnicas e te transformar num programador Python muito bem remunerado, mesmo que você esteja começando agora.

 


Photo by Sharon McCutcheon on Unsplash

COMPARTILHE ESTE ARTIGO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.