Sobreviva ao apocalipse zumbi na programação!

Existe uma epidemia acontecendo no Mercado de Tecnologia… Um vírus que altera o cérebro de programadores e transforma esses profissionais em zumbis viciados em café… A vacina existe, mas ainda é pouco conhecida.

Então se você é programador ou tem interesse em programar, não dê mole: Torne-se imune e sobreviva a esta catástrofe!

Como assim um apocalipse zumbi na programação?

Certamente você já viu algum filme que retrata este cenário… As pessoas estão vivendo as suas vidas até que um desastre acontece e todos começam a virar zumbis.

Os zumbis surgiram no folclore do Haiti onde cadáveres são reanimados tornando-se mortos vivos. Na cultura pop, zumbis foram usados para criticar o comportamento de manada, onde alguém reproduz o que todo mundo faz sem uma análise crítica da sua ação…

Trazendo para a nossa área de programação, é comum a gente ver a galera repetindo aquela piada de que programadores são máquinas de transformar café em código.

A piada em si não é ruim, principalmente com um certo sarcasmo… Sem falar que café é um produto que eu adoro. Esse realmente não é o ponto.

O ponto é que existe uma cultura que estimula a alienação dos programadores!

Uma cultura que promove horas-extras não remuneradas como “vestir a camisa”. Que naturaliza o trabalho corrido, sufocante e improdutivo, onde acabamos parando de viver pra entregar coisas dentro de um prazo impossível e achando que é natural.

Tudo isso é incentivado sem o menor senso crítico sobre os resultados concretos ou necessidade dessas ações. e um sintoma desse tipo de cultura são frases bizarras ditas com ar triunfante, como:

Aqui é tão legal de trabalhar que ontem eu trabalhei por 15 horas e nem percebi #WTF

Isso ai é o vírus zumbi reduzindo um Desenvolvedor de Software a um Walking Dev.

Mas será que dá para resistir a esse apocalipse zumbi?

Sim! Com certeza! Como tudo na vida, requer esforço preparo e dedicação. Eu mesmo já fui contaminado, me curei e já ajudei inúmeras pessoas a escaparem dessa cilada.

O primeiro passo é entender que programar é 20% do trabalho.

Eu sei, ninguém ensina isso para gente quando começamos a programar… Mas ser programador hoje em dia é ter a habilidade de criar riqueza com o custo virtualmente zero! Com um notebook qualquer e um acesso a internet você consegue servir pessoas do mundo inteiro usando tecnologia para solucionar problemas reais.

É preciso pensar estrategicamente na sua carreira. É preciso entender de verdade o jogo que você está jogando e se posicionar de acordo com os seus melhores interesses.

Para você entender perfeitamente o que quero dizer, eu vou liberar uma palestra onde você vai conhecer (e aprender como escapar de cada uma das ciladas que nos transformam em Walking Devs. Assista dando play no vídeo abaixo:

Descobriu que está virando zumbi? Calma!

Quase toda semana eu recebo mensagens de pessoas que compartilham  problemas que elas estão passando e que são típicos da nossa área. A maioria dessas situações, podem ser evitadas através de uma mudança de comportamento e uma nova forma de enxergar o desenvolvimento de software.

E para te ajudar com isso, eu liberei GRATUITAMENTE as aulas do meu treinamento: “Programe sem ser Programado”.

Neste programa, você vai descobrir a mentalidade que precisa ter para conquistar um espaço no mercado de TI, quais habilidades são essenciais para conseguir se destacar no mercado de tecnologia, como tirar, DE UMA VEZ POR TODAS, a sua carreira de programador da estagnação.

Para garantir o seu acesso aos materiais, é só clicar aqui!

Mas aproveite, essas aulas estarão disponíveis por tempo limitado!


Imagem originalmente postada em: Newvios Society

COMPARTILHE ESTE ARTIGO

7 respostas

    1. Show de bola que vc curtiu, @leandrolaia:disqus! Apareça na terça para nos ajudar a guiar a conversa pelos seus interesses. 😉

  1. Muito bom! legal essa chacoalhada na galera, para se orientar na carreira..

    Parabéns pelo excelente conteúdo!

    1. Obrigado, Claudio! É importante a gente sair do “piloto automático” para não perder as oportunidades que a área da tecnologia nos oferece.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.