O que são Geração X, Geração Y e Geração Z?

10

Você pode até estar por fora das notícias mais relevantes do mundo, mas certamente já ouviu falar nos termos “Geração Y” ou suas correlatas. No primeiro momento, o termo soa como uma tentativa estranha de classificar as pessoas de determinada faixa etária, mas na verdade servem para descrever perfis de comportamento. Perfis que tem marcado cada vez mais as disputas sociais atuais.

O perfil “Geração X” é, digamos, 1.0. Este perfil provavelmente se aplica a bastante gente com raízes nos pensamentos da década de 80. Essa turma tem uma característica fortemente analítica e linear. É a galera do downsize e da maximização local desconectada dos “impactos” no ambiente à sua volta. Esta turma olha movimentos como o manifesto ágil ou similares e afirma: “No mundo real isso não funciona!”

A “Geração Y” é a mais famosa. Todo mundo está falando dessa turma 2.0. Coincidência ou não, o termo “Geração Y” em inglês é “Y Generation”. A letra “Y” em inglês pronuncia-se “Why”, que significa “Por quê?”. São, em sua essência, questionadores ou rebeldes. Dessa galera surge muita coisa nova e a internet tem dado voz às suas visões.



A “Geração Z” é Zen! Suas visões e principalmente suas ações, transcendem o atual. Ainda é muito difícil alcançar o pensamento desta turma 3.0. É gente com pensamento holístico e sistêmico. Gente que realiza feitos como o descrito no vídeo abaixo:



Pessoalmente, estou bastante curioso para ver mais ações da Geração Z. Principalmente, estou ansioso para ver o que vai surgir enquanto as Gerações Y e Z trabalham cada vez mais juntas! Quanto mais ativas as pessoas se tornarem, quanto mais elas se expressarem e transformarem o seu ambiente, mais cedo estas classificações darão lugar à unificação: a Geração H(ack). Este é apenas o começo…



Apesar do texto tendencioso, meu objetivo aqui não é comparar diretamente uma geração com a outra, mas contextualizar o comportamento de cada geração com o momento histórico que vivemos. É minha opinião sim, que o pensamento da “Geração X” não atende aos anseios da sociedade de hoje; a “Geração Y” precisa fazer mais e se posicionar mais claramente, deixando de ser objeto de estudo das gerações anteriores que precisam entendê-los e enquadrá-los; e a “Geração Z” precisa ser cada vez mais atuante para dar exemplos e criar implementações de referência para que mais e mais pessoas tenham acesso a novos paradigmas.

[]’s, HB!

você pode gostar também