Minicurso de Python em Tocantins

1

 

O Brasil é um país gigantesco e quanto mais eu viajo, mais histórias incríveis eu conheço!

Nessas andanças eu conheci o Fábio Barrionuevo (@luzfcb para os íntimos) – uma figuraça que veio de um lugar distante dos grandes centros e tem uma história de vida de ralação. O Fábio é aquele cara que tem uma alegria contagiante, e está sempre disposto à ajudar todo mundo. Eu sempre fiquei impressionado com isso. Sou fã desse cara!

A sua vida começou na fazenda “Cidade da Fraternidade” –  um espaço que abrigava menores órfãos e os inseria nos lares de famílias que moravam neste local. Em 1995, a sua família precisou se mudar para o município de Alto Paraíso de Goiás/GO onde viveram até 2002. Entre os anos de 2003 e 2005 ele morou em Palmas/TO, São Bernardo do Campo/SP, voltou para Alto Paraíso de Goiás/GO até que estabeleceu residencia com a sua avó para que pudesse concluir os estudos.

Dois anos depois, ele conseguiu entrar na Universidade Federal de Tocantins para o curso de Ciência da Computação. Empolgado com o que estava vendo, ele começou a estudar C, Java e a procurar estágios na área.

Infelizmente, no decorrer do curso, a vida do Fábio se complicou e ele teve que fazer o que muita gente precisa fazer, abandonar a faculdade que funcionava em período integral e procurar um emprego que oferecesse um salário melhor do que o que ele tinha como estagiário.

Mas isso não fez com que ele largasse a sua paixão, ele continuou a estudar por conta. Ele começou a usar a internet como forma de se conectar a pessoas que faziam o que ele queria fazer. Foi assim que se esforçou para traduzir bibliotecas do Django que ainda não existiam em português (mesmo sem saber inglês), passou a participar de eventos, tirar dúvidas das pessoas nos fóruns e a escrever sobre o que estava aprendendo em um blog.

Ele ajudou tanta gente que naturalmente virou moderador da lista de discussões de Python.

A história do Fábio é massa! Você precisa ver o vídeo dele contando a própria história!

Em 2017, o Fábio estava passando por uma situação complicada… Ele queria muito ir pra para o Django Day (evento que aconteceria em Minas Gerais durante a Python Brasil), só que ir para um evento em outro estado é caro! Envolve hospedagem, passagem, ingressos e uma série de outras despesas.

Foi nesse momento que ele se envolveu com o #Paiol através de um post aqui no blog. Ele mandou a sua história pra gente e a galera conseguiu se articular para levá-lo não apenas para o Django Day, mas também para a Python Brasil 2017.

E já que cada pessoa apoiada pelo #Paiol assume um compromisso público de passar adiante o que foi aprendido, o Fábio além de toda ajuda que ele já oferece para as pessoas através de sua participação em fóruns e grupos, decidiu aproveitar VII Jornada de Iniciação Científica e de Extensão da Católica do Tocantins e fazer um Minicurso de Python em Tocantins.

Como funcionou o Minicurso de Python em Tocantins?

Inicialmente, a ideia do Fábio era fazer um workshop de Introdução a Programação que ensinasse Python, Github e Travis-ci. Mas durante o evento, ele percebeu que a galera estava tendo muitas dificuldades, boa parte dos inscritos sabiam muito pouco sobre programação.

Assim, ele rapidamente adaptou seus planos e decidiu focar apenas no Python, apresentando as características e a história da linguagem utilizando um material que ele mesmo criou e disponibilizou gratuitamente.

Fazendo uso deste material e do terminal interativo do Python, ele conseguiu mostrar pra galera como a linguagem funciona, o que pode ser feito com ele e quem a está utilizando no Brasil e no mundo. Além de tirar dúvidas, dar dicas e sugerir diversos links para que os participantes pudessem continuar os estudos.

A oficina teve a duração de 3h30min, aconteceu no dia 18 de outubro de 2017 no Centro Superior Politécnico – Campus I da Católica do Tocantins e contou com a presença de 14 pessoas.

Minicurso de Python em Tocantins
Os participantes ficaram tão atentos até o último segundo de aula que precisaram ser lembrados por outros alunos de que se não fossem embora imediatamente, perderiam o último ônibus para irem pra casa.

Valeu mesmo, Fábio!

Como você pode apoiar o #Paiol?

Você pode participar disso comprando seus produtos na Amazon através da nossa lojinha. Isso porque, quando você compra um dos livros listados ou acessa a Amazon e compra através do nosso link de afiliado, 10% da sua compra será doada para o #Paiol.

Desta forma, você consegue apoiar o projeto sem tirar grana do bolso. \õ/

Clique aqui e conheça a nossa lojinha!

IMPORTANTE: VOCÊ PRECISA DESLIGAR O BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS. OS LIVROS NÃO APARECEM COM O ADBLOCK LIGADO, OK?

Ah, você também pode sugerir produtos que ainda não estão por lá clicando aqui!

 

 

você pode gostar também