Autonomia & Tecnologia

Começando um Podcast

As melhores discussões que me lembro, aconteceram em uma mesa de bar. O único inconveniente é que aquelas conversas fantásticas, ficavam restritas àquele espaço e tempo.

Como levá-las adiante? Como incluir até quem não estava presente? Como permitir a colaboração daquele amigo próximo que mora em Cuiabá, em Brasília, em Belém ou até em Orlando?

Já tentamos gravar as conversas para jogar na internet, mas o barulho do ambiente não permitiu e acabamos deixando isso de lado.

Recentemente levantei essa questão novamente durante um Pós-Dojo, com a ideia de gravar um podcast. O Diego Dukão que já toca o sensacional Mobilidade.fm, providenciou o empurrão que faltava.

Qual o objetivo do podcast?

O podcast em si não tem objetivo específico, além de discutir o que parece interessante. Em vez nós definirmos previamente as coisas, faz muito mais sentido deixar a galera interagir e ver o que acontece.

Mas como funciona?

A ideia até então é um bate-papo via Hangout ou Skype, despretensioso, preferencialmente regado à alguma cerveja.

E quais assuntos serão abordados?

Ideias não faltam, mas queremos saber a sua.

Eu, pessoalmente, ando interessado em autonomia e no uso da tecnologia para viver mais simples.

Mas isso sou eu. E você? O que quer você quer discutir?

Alguns assuntos emergiram no bar sem ordem específica:

  • Money que é good e nóis num have: Mexendo com dinheiro sem burocracia.
  • Programe ou seja programado: Saber programar é o novo saber escrever.
  • A Morte da Profissão.
  • A filosofia por trás do Test Driven Development.
  • Empreendedorismo sem “empresarialismo”.
  • Agile sem frescura: eliminando gargalos em processos.
  • Blogueiro por necessidade: A importância de botar a cara na internet e compartilhar o que você tem à dizer.
  • Empreendendo na Internet: Emita a 1a nota fiscal sem nem escrever uma linha de código.
  • Negócios em Rede: O que são e como funcionam.
  • Escritório Ubíquo: Organizando o dia à dia para poder morar numa mochila.
  • Vender não é enganar: Discutindo o tabu da venda.
  • Filho, como funciona a internet? Como você explicaria para os seus pais?
  • A história do Design.
  • Gestalt e a compreensão do ser humano sobre si mesmo.
  • Serviços não escalam, mas amplificam.

Para este primeiro experimento, o Dukão ficou animado de começarmos falando sobre grana. Sobre como podemos nos organizar para levar uma vida mais alinhada com o que desejamos, tendo mais tempo para nós mesmos.

Aceitamos sugestões até a hora da gravação, que acontecerá nesta quarta-feira às 23h.

Gostou da ideia? Tem alguma sugestão? Quer participar? Fale livremente aí nos comentários que a gente vai batendo bola.

[]’s, HB!

você pode gostar também
Comentários